Resultados excelentes, envolvem pessoas fantásticas!

Alcançar resultados excelentes envolvem pessoas fantásticas. Organizações existem por e pelas pessoas e a única maneira de se obter sucesso duradouro é fazer com que o seu time na concessionária enxergue que os objetivos empresariais estão alinhados com seus valores e propósitos pessoais.

As atividades e responsabilidades desempenhadas diariamente precisam ser relevantes e significativas de acordo o que significa “sucesso” para cada um.

No post dessa semana buscamos trazer para você as formas de construir uma cultura forte e engajar o time da concessionária para alcançar resultados incríveis!

Crie uma cultura forte

Há quem acredite que um trabalho precisa trazer satisfação pessoal, porém na prática vai muito além disso. As pessoas precisam enxergar sentido para si no que estão fazendo diariamente.

Essa discussão é que dá início a nossa conversa sobre cultura organizacional:

  • Você quer que seus colaboradores se sintam parte de um objetivo maior?
  • Que desejem ajudar sua empresa a crescer e crescer junto com ela?
  • Se a resposta for sim, você precisa de uma cultura organizacional forte.

Para a criação de uma cultura organizacional, é importante primeiro defini-la.

O conceito de cultura organizacional diz respeito a como uma empresa funciona e organiza sua rotina e as diretrizes que a guiam. O comportamento e a mentalidade de todos que fazem parte do time esta diretamente relacionado a definição feita no código de cultura (culture code).

Sendo assim a cultura organizacional envolve: práticas, hábitos, comportamentos, símbolos, valores, princípios, crenças, cerimônias, políticas, sistemas, jargões, entre outros.

Aparentemente simples, a cultura organizacional é na realidade algo bastante complexo de ser montado.

É bastante comum observarmos empresas que buscam desenvolver melhores ambientes de trabalho, mas tem dificuldade na criação de ações efetivas.

Envolva todo o time na necessidade de reestruturação da cultura e saiba o que realmente importa.

O que move seu time?

Acreditar que as pessoas são movidas por dinheiro, ou que estimular o faturamento vai manter o time da concessionária motivado é superficial. Isso é só uma parte do todo que envolve este caminho, e para chegar lá precisamos entender mais e melhor o que move cada um.

A cultura organizacional precisa ser forte e capaz de manter todos alinhados. Caso contrário sua empresa pode estar fadada ao fracasso.

Colaboradores desmotivados criam ambientes de baixa performance, envolvendo pouca produtividade, inibição de ideias, indiferença, competitividade e descaso com os colegas e a organização.

É exatamente esse clima tóxico que não queremos no time da concessionária que você faz parte.

Você também é responsável pela criação de um melhor ambiente de trabalho.

A cultura começa pela liderança

Como você pode ver cultura organizacional é algo bem abrangente, e a primeira coisa a fazer é estabelecer como essa sociedade será. Isso inclui a língua falada, as práticas bem vistas e quais hábitos pertencem a esse grupo particular.

Essa padronização é uma consequência da visão dos primeiros integrantes de uma empresa para o negócio.

Apesar de uma empresa ser modificada por cada colaborador, quem define para onde a organização está indo são as pessoas com maior influência e poder de decisão.

A cultura precisa e deve começar pela liderança, sendo assim é necessário que comece por essas pessoas o que é aceito e aplicado no cotidiano.

  • Somos uma empresa formal ou descontraída?
  • Os processos precisam ser seguidos á risca?
  • Como é tratado o colaborador que tem uma ideia?
  • É estimulado o aprendizado constante?
  • Como se mede um bom trabalho?

Direcione seu time para o clima desejado

Se a liderança define a cultura, sua influência se torna parte do cotidiano e isso significa que a mensagem presente no código de cultura precisa ser pronunciada e reforçada todo o tempo. Caso contrário ao longo do tempo a diversidade se torna tão grande ao ponto de cada um fazer a sua maneira.

É essencial reforçar sempre que possível os aspectos culturais para que todos os funcionários saibam e, se possível, tenham acesso à documentos que explicitem os valores, princípios e objetivos de curto, médio e longo prazo da empresa. 

Quer uma referência? Aqui na Sances Sistemas temos um Culture Code e você pode conferir aqui: Culture Code Sances.

Claro, sua equipe não vai aprender a cultura organizacional da empresa apenas lendo um pdf.

Daí a importância de reforçar a mensagem em reuniões semanais ou mensais.

Acompanhamento personalizado e conversas periódicas

Aqui na Sances temos uma reunião/conversa para definição do que precisa ser feito ao longo da semana e como chegaremos lá.

No final da semana vemos o que foi positivo ou negativo e ajustamos o processo de trabalho. Todos participam nas decisões e tem liberdade para opinar.

Assim os membros do time discutem com seus gestores sobre os principais desafios. Afinal, ninguém melhor que o seu time para te mostrar a nível operacional o que esta dando certo ou errado.

Outra prática constante é o feedback claro e honesto. Uma vez por mês fazemos coaching, executado pelos heads (líderes) de cada área com o objetivo de responder as seguintes perguntas:

  • O que devo começar a fazer?
  • O que devo continuar a fazer?
  • O que devo parar de fazer?

Tanto o líder, quanto o subordinado respondem a essas 3 perguntas.

Todos temos algo a ensinar e a aprender, sem exceção.

Não existe melhor forma de aprender do conhecendo os pontos fracos (ou fortes) e como podemos consertá-los (melhorá-los ainda mais). 

Cada novo membro do time precisa ser escolhido a dedo.

Por quê?

Porque a cultura faz parte da crença coletiva de que um conjunto de ideias ou práticas são essenciais ao ambiente. Se uma pessoa que não concorda com essas ideias entra para o grupo, as coisas podem ir por água abaixo.

É por isso que muitas empresas estão valorizando mais o fit cultural do que as habilidades dos candidatos à uma vaga.

Um material muito rico que pode te interessar sobre isso é o post sobre “Como contratar o consultor de pós-venda certo para sua concessionária“. Acredito que esta leitura pode ajudar a avaliar o perfil e habilidades ideais.

A perspectiva do time alinhada a cultura organizacional

A isso é dado o nome de venda interna.

Você deve ser capaz de mostrar para os membros do time qual é a missão da empresa e o que esta sendo feito para chegar lá. Seus colaboradores precisam acreditar nesse processo e no futuro que está por vir.

O processo seletivo quando realizado com vigor e traços da cultura da organização explora seu clima, mostra a importância de cada coisa e apresenta uma visão clara dos próximos passos do trabalho da pessoa, criando perspectiva de curto, médio e longo prazo de sua trajetória na empresa.

Transparência nas informações, no planejamento e a clareza nos objetivos fazem toda diferença nessa construção de cultura organizacional na concessionária.

Conclusão

A construção de cultura organizacional na concessionária exige alinhamento entre a missão da empresa, um planejamento transparente e o envolvimento do time nas decisões.

Antes de mais nada reveja conceitos que não servem mais, quebre paradigmas e tenha bem claro em mente o sentimento de propósito claro .

As pessoas mais influentes da empresa precisam de um discurso que se cumpra na prática. Manter o time motivado, entendendo sua importância e o reflexo de cada atitude é responsabilidade da alta gestão. Define objetivamente essas questões para enxergar o real propósito de suas ações. Assim é possível alcançar resultados além do que era esperado tanto a nível pessoal quanto profissional.

Se não pegou antes, ou quiser conferir novamente aqui esta o Culture Code da Sances 

Crie o seu também!

Se importe genuinamente com seu cliente interno, são eles que constroem seus departamentos e cada ação que reflete no reconhecimento de marca, portanto, criar um ecossistema que possibilite o desenvolvimento contínuo fará toda a diferença!