O resultado nas vendas de veículos promete números mais estáveis a partir de 2017, tornando o futuro do setor automotivo mais animador, porém marcado por grandes rupturas e transformações.

As últimas pesquisas, feitas para o mercado automotivo, indicam que o volume de vendas de veículos parece ter dado indícios de uma pequena melhora.

No acumulado do primeiro trimestre de 2017 os números ainda fecharam no vermelho, porém, em menor escala, se comparada a retração verificada no ano anterior.

Já em março o saldo já foi positivo. De acordo com os dados divulgados pela FENABRAVE as vendas de veículos no Brasil tiveram a primeira alta em pouco mais de 2 anos, agora em março. Foram emplacados 189.143 carros, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus. Um aumento de 5,5% sobre o mesmo período de 2016, quando foram vendidos 179.279 exemplares.

A expectativa é que estes números estabilizem agora em 2017, e de forma gradativa, retomem seu crescimento, vindo a atingir seu auge somente entre 2023 e 2025.

A estabilidade nas vendas de veículos antecede um cenário de grandes rupturas e transformações

Estes números deixam claras as extensões da crise, mas também reforçam as tendências de que o mercado automotivo está passando por um período de transição, que antecede grandes rupturas e transformações. E elas já estão dando indícios do seu poder.

A mudança de hábito dos consumidores e o maior emprego da tecnologia nestas relações é fruto desta tendência, e não deve ficar restrito a produção dos carros, mas estender-se por toda a experiência do consumidor. A começar pela escolha das marcas e dos modelos.

Os modelos e as marcas preferidas já não são os mesmos, configurando uma real quebra de paradigmas

Pesquisas apontam que os consumidores estão comprando menos veículos das marcas tradicionais, considerando no lugar destas outras fabricantes.

Se antes a escolha ficava entre as 4 grandes marcas – GM, Volkswagen, Fiat e Ford – hoje já abre espaço para fabricantes como Hyundai, Toyota e Honda. E a tendência é que este movimento continue a fluir sem esquecer de marcas que estão revolucionando o mercado, como a Tesla.

Outro aspecto apontado nestas pesquisas – e comprovam a tendência de ruptura – é a migração das compras entre os segmentos. Neste ponto os principais beneficiados são os SUVs – em especial os compactos – e as picapes.

Para se ter uma idéia, em 2016 o segmento de utilitários esportivos subiu nada menos que 20%. Foram vendidas no mundo 24,32 milhões de unidades, de acordo com a Jato Dynamics. O que fez com que os SUVs passassem de 25,3% para 28,8% de market share global.

Mais do que nunca, é o consumidor quem ditará as regras do jogo

Alguns dados podem estar justificando o “boom” nas vendas dos utilitários esportivos. Entre eles, as intenções de compra dos jovens consumidores.

Uma pesquisa realizada pela Ford, na Europa, lá em 2015, já apontava um desejo latente dos jovens por esta categoria.

Este estudo dizia que os consumidores, com idade entre 17 e 34 anos, seriam os responsáveis por fazer o segmento de SUVs “bombar” ainda mais em vendas.

Se antes os utilitários tinham seus esforços direcionados para comportar famílias, a realidade hoje, já é bem diferente. Não é a toa que o segmento tornou-se o queridinho entre as gerações X e Y.

A relação emocional envolvida na compra destes modelos de veículo tem justificado essa preferência. Ao serem questionadas pela pesquisa, as gerações X e Y – ou “millennials” – disseram que “os SUVs os fazem sentir poderosos ao volante e são mais divertidos e esportivos do que outros tipos de veículos”.

Mais uma prova de que a experiência de compra tem grande potencial para firmar relacionamentos e exerce grande influência sobre a preferência do público.

Se quiserem abraçar esta causa, as Concessionárias terão que oferecer muito mais do que produtos. Mas, principalmente, ações que promovam o engajamento com seu público, formadas por um conjunto infinito de mídias digitais e serviços de entretenimento.

O que inclui também a alta qualidade de atendimento, a facilidade de encontrar informações e a maior velocidade para concluir a compra, do ambiente virtual ao showroom.

Quer começar a mudar a gestão de sua concessionária?

Solicite o agendamento de uma consultoria demonstrativa grátis do SancesTurbo DMS.

Experimente Grátis!