Um controle de estoque eficiente requer uma visão ampliada do negócio e o acompanhamento preciso dos indicadores.

A gestão de estoques é uma prática essencial para qualquer empresa. Para uma concessionária ele é ainda mais importante.

Afinal, um controle de estoque eficiente faz parte de uma estratégia valiosa, capaz de diversificar as fontes de receita para que a concessionária possa melhorar seus resultados.

Entretanto, para que esta prática se torne lucrativa, alguns indicadores e ações devem ser tomadas para garantir a eficiência da área.

Saber como dimensionar, compor o estoque de veículos e fazer as vendas girarem mais rápido são caminhos que levam a bons resultados. Confira algumas recomendações para colocar estes conhecimentos em prática.

Faça uma previsão de demanda

Administrar demandas é essencial para um controle de estoque eficiente. Apesar disso, muitas empresas acabam negligenciando esta área, dando margem para que prejuízos desnecessários sejam contabilizados, se percam boas vendas e deixem de fechar parcerias interessantes aos negócios.

Para evitar este tipo de problema, fazer análises periódicas das demandas é uma recomendação para quem quer realizar a tarefa com maestria.

Para realizá-la, leve em conta no momento da coleta, o histórico de venda do modelo e o market share em relação a expectativa de volume total de emplacamentos da área de atuação da concessionária.

Exemplo de uma previsão para 30 dias:

Modelo 

Previsão de venda total

Market Share Alvo (+) Venda prevista (-) Estoque atual (=) Compra
Modelo A 120 8% 18 5 13
Modelo B 80 15% 12 3 9
Modelo C 30 10% 3 1 2

Fazendo isso, o dimensionamento do estoque de veículos será mais assertivo, se poderá avaliar melhor o desempenho da empresa e acertar os ponteiros no decorrer do percurso para permitir melhores resultados.

Entenda a compra como uma decisão estratégica

Para compor o estoque de veículos uma concessionária, em especial, se estivermos falando da área de usados, conhecer o mercado e medir os indicadores internos é primordial.

Com eles é possível acompanhar a evolução e identificar gaps que possam atravancar o bom fluxo dos resultados para um controle de estoque eficiente.

Ter em mente que esta compra é um processo estratégico, e não apenas, função de um setor ou está presa a qualidade do veículo é o primeiro passo para a conquista de um melhor desempenho.

A concessionária, para comprar bem, precisa entender o público-alvo e comprar carros que agradem a este perfil e façam as vendas girarem neste segmento.

Ter indicadores de eficiência na compra pode ajudar e muito a alinhar este assunto. É por meio desses números que o concessionário poderá saber se os métodos usados para a compra e a avaliação do seu estoque de veículos estão funcionando. E daí por diante, melhorar seus índices.

Contabilize o tempo de pátio para um controle de estoque eficiente

Tendo uma boa previsibilidade da demanda e fazendo boas compras para o seu estoque de veículos – diga-se neste caso itens de qualidade e alinhados à estratégia da empresa – um concessionário já terá cumprido com boa parte das tarefas necessárias para fazer suas vendas girarem.

Porém, um gestor deve ainda, ter em seu radar outros detalhes, para certificar um controle de estoque eficiente. Entre eles, gerir a obsolescência desta área.

Neste cenário, acompanhar de perto os indicadores de desempenho, mais uma vez se torna essencial. Em especial àqueles que se referem ao tempo de pátio e o fluxo das entradas e saídas.

O concessionário precisa manter um tempo médio de estoque de 45 dias e certificar que sua equipe está fazendo as vendas girarem corretamente. Em muitos casos a equipe pode estar deixando no estoque os veículos mais antigos e vendendo primeiro os que chegaram por último.

E isso precisa ser ajustado, para que o tempo de estoque dos veículos vendidos seja igual ou acima do tempo dos veículos que permanecem no estoque.

Crie estratégias de endomarketing motivadoras

Investir em campanhas de endomarketing também ajuda a manter um controle de estoque eficiente.

Ao manter o propósito da equipe alinhado aos objetivos da empresa todos saem ganhando. A equipe ganha um novo ânimo e se mantém motivada para as vendas, e a empresa amplia suas receitas de forma estratégica.

Para surtirem o efeito esperado, as campanhas de endomarketing, ou seja, o investimento que a concessionária faz nos seus clientes internos, devem ter como base os indicadores da empresa.

Afinal, uma estratégia comercial nunca pode prejudicar os custos de uma empresa. O Sances Metas facilita estas análises, com informações precisas sobre o desempenho do seu time, para que tudo fique sob controle.

Fora as metas já tradicionais da equipe de vendas, para intensificar o giro do estoque, campanhas de curto prazo e bonificações para tratar objetivos específicos costumam ter resultados fantásticos.

Testar essas campanhas de curto prazo para acabar com o estoque que está parado no pátio com mais de 60 dias, pode ser uma excelente saída.

Outra dica, é a realização de campanhas como propósito social. Elas tem um objetivo nobre, em prol do bem comum e costumam ter altos índices de engajamento. Além de pontuarem positivamente para a imagem da concessionária no mercado.

Como você pode perceber, para ter um controle de estoque eficiente, é preciso ampliar a visão sobre o seu mercado, cercando-se de indicadores para melhor compreender os números que a sua concessionária apresenta, e aperfeiçoar seus processos futuramente. Nada mais que a famosa melhoria contínua, agindo na prática!

Quer começar a mudar a gestão de sua concessionária?

Solicite o agendamento de uma consultoria demonstrativa grátis do SancesTurbo DMS.

Experimente Grátis!